Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Julho, 2018

Bichesas

Pessoas a serem pessoas. Preferia as pessoas a serem animais. E não é de forma depreciativa, como se deve calcular. As pessoas a serem pessoas causam-nos muitas desilusões, muitas dores e dão-nos muito trabalho. As pessoas a serem pessoas são muito complexas, cheias de densidade e muito mais primitivas do que têm a pretensão de ser. Funcionam a toque de medo, de orgulho, de quem vence quem, de quem é o mais poderoso, de quem é o mais qualquer coisa. Funcionam e fazem funcionar a toque de caixa. As pessoas a serem pessoas largam setas em todas as direções, são invejosas, insatisfeitas e dissimuladas. Esta é parte que me aborrece mais ainda. As pessoas a serem pessoas são capazes de fingir o que não são e o que não sentem. Pensam uma coisa e dizem outra. Sentem uma coisa e fazem de conta que sentem outra. As serpentes são meninas de coro comparadas com as pessoas a serem pessoas.
A arte da dissimulação é uma arte que não domino e que tenho muita dificuldade em compreender. Tira-me do sér…

O Lobo bom e o Lobo mau

Há uma história muito bonita, dos nativos americanos, os índios, que eu adoro. Adoro a história e adoro os índios, claro está. Desde pequenina, quando via filmes do faroeste, torcia sempre pelos índios e nunca pelos cowboys. Sempre entendi aquela ligação e aquele respeito maravilhoso que tinham pela natureza e pela criação. Lembro-me de pensar que respeitavam infinitamente o que a mãe terra lhes proporcionava. Tinham um amor imenso pelos cavalos e não precisavam de os selar nem de utilizar esporas. Tinham um respeito imenso aos búfalos que os alimentavam. Só caçavam exatamente o que necessitavam para se alimentar. Chamavam os animais de seus irmãos! Compreendiam e aceitavam os caprichos da natureza, honravam e prestavam homenagem ao ambiente que os rodeava.  Com que então os índios eram bárbaros?! Os índios eram maravilhosos até serem dizimados pelos colonos. Esses sim, bárbaros até dizer chega. Eu adoro os índios. Adoro os índios de todo o mundo. Adoro todos os povos que respeitam a n…